Notícias

Dicas para correr com (muuuito) calor

As notícias dão conta de subida de temperaturas durante esta semana.

Acreditamos que nos próximos meses é sempre a subir. Ainda para mais se tencionas passar férias num local quente.

Recolhemos algumas dicas para te protegeres do intenso calor – devidamente confirmadas pelo nosso treinador Armando J.

1. Protetor solar

O ideal é usares uma marca à prova de água (para não sair da pele quando transpirares), com fator acima dos 40/50 e, fundamentalmente, que seja uma marca de qualidade para que o produto não impeça por completo a transpiração dos poros. Coloca no rosto e em qualquer área do corpo descoberta: nomeadamente na parte de trás do pescoço e nos braços.

Os óculos de sol também fazem parte esta proteção; aconselhamos um par com boas lentes, bom filtro solar e, principalmente, confortáveis.

2. Hidratação

Qualquer treino com muito calor é uma prova de superação por si mesmo. Para além de beberes água antes do treino (idealmente não menos que 1L), leva contigo uma garrafa de água congelada (ou pequenos frascos para colocares mais facilmente à cintura) para que dure mais tempo fresca.

Depois do treino, aconselhamos a beberes pequenas quantidades de água com a maior regularidade possível, de forma a repores os teus níveis de hidratação normais.

3. Sal

Caso sintas uma desidratação extrema, esta é uma solução de emergência. Leva contigo um pacotinho de pedras de sal; podem ser necessárias se os níveis de transpiração debilitarem muito rapidamente os níveis de sódio e minerais do organismo.

4. Procurar as sombras

Escolhe, de antemão, o percurso com maior número de sombras possível! Não esqueças: sempre que vires uma sombra, desacelera, aproveita e, se necessário, faz uma curta pausa para te refrescares.

5. Leva identificação e dinheiro contigo

Se algo correr mal, leva dinheiro contigo para que possas apanhar um transporte ou chamar um táxi. Faz-te também acompanhar pela cópia do teu Cartão de Cidadão e de uma lista de números de telefone de emergência da tua rede de pessoas próximas; se desmaiares ou precisares de ajuda médica, estás identificado e poderão contactar os teus amigos ou familiares.

6. Diz a alguém para onde vais

Independentemente do percurso que fizeres, avisa sempre alguém sobre o treino ou a prova que fores fazer. Vale SMS, Facebook, Email – o importante é avisar! Se algo não correr tão bem, conseguem localizar-te mais facilmente.

7. Usar roupas transpiráveis

Se for possível reduzir a transpiração (e desidratação) tanto melhor! Evita as t-shirts algodão e adquire, nesta altura do ano, equipamento anti-transpirável.

8. Atenção à barriga

Regra geral, se os músculos da zona abdominal estiverem bem trabalhados, não se corre tanto risco de desidratação. De 15 em 15 minutos coloca a mão sobre o estômago e sente a temperatura: se estiver fresco moderado, tudo bem, se estiver quente, o ideal é procurares uma sombra e fazeres uma pausa para te hidratares.

9. Correr com o nascer ou o pôr do sol

A hora mais fresca do dia acontece com o nascer do sol – o ideal é treinares neste momento. Se não for possível nesta hora (principalmente em tempo de férias :/), tenta treinar depois do pôr do sol. Podes confirmar estes horários num website de meteorologia.

10. Ouvir o corpo

Conheces o teu corpo melhor que ninguém. Se te sentires tonto ou desidratado, deixa o sol imediatamente. Para recuperar os níveis de hidratação, bebe água muito moderadamente, toma um duche fresco para baixar a temperatura corporal e, se possível, coloca uma toalha fresca na testa e na parte de trás do pescoço para ajudar a refrescar.

Na verdade, o calor não é desculpa para deixares de treinar.

Últimas notícias

Mais notícias