Notícias

A importância do aquecimento na corrida

Calçar os ténis e partir a toda a velocidade é insuficiente no momento de iniciares um bom treino.

Etimologicamente a palavra “aquecimento” significa elevar, aumentar a temperatura e é, efetivamente, esse o objetivo: para retirares melhor partido da corrida, enquanto prática desportiva regular, deves preparar gradualmente o corpo (sistema cardíaco, circulatório, pulmonar e nervoso, além dos músculos e tendões) para o esforço que vais fazer durante o treino Renault Run Club, evitando lesões.

A duração do aquecimento pode variar entre 5 a 30 minutos e a sua intensidade deverá ser progressiva e sempre adaptada à intensidade do treino (ou prova) que lhe seguirá: quanto mais intenso o esforço, maior e mais diversificado deverá ser o aquecimento.

Durante o esforço físico, o organismo utiliza a energia armazenada, tais como glícidos e lípidos, que funcionam como o combustível do organismo. 20 a 30% da energia produzida é transformada em energia mecânica, que possibilita os movimentos, o restante é utilizado para aquecer ou arrefecer o corpo.

O aquecimento promove, ainda, outros benefícios, nomeadamente a correta preparação da condição muscular, a preparação dos sistemas cardíaco e nervoso, a preparação das articulações e é, essencialmente, um momento fulcral de preparação mental: o aumento da temperatura corporal proporciona uma sensação de bem-estar e de concentração.

 

Aqui estão alguns exemplos de exercícios
que podes integrar no teu aquecimento:

Renault Run Club | Aquecimento no treino semanal

Renault Run Club | Aquecimento no treino semanal

Renault Run Club | Aquecimento no treino semanal

Renault Run Club | Aquecimento no treino semanal

Renault Run Club | Aquecimento no treino semanal

Últimas notícias

Mais notícias